Boeing anuncia a família 737 “MAX”

A Boeing anunciou nesta terça-feira (30/08), a versão “remotorizada” da atual família 737NG.

Com o nome oficial de 737 MAX, a nova família surge para rivalizar com as aeronaves da família A320Neo da Airbus. Equipados com motores Leap-1B da CFM International, as variantes da Boeing foram batizadas de 737 MAX 7, 737 MAX 8 e 737 MAX 9 assemelhando-se atualmente ao 737-700, 737-800 e 737-900ER, respectivamente.

A nova família MAX oferece 7% a menos no custo operacional comparado ao A320Neo. Espera-se que a economia de combustível fique em torno de 16% em comparação o atual A320 e 4% a menos que o futuro A320Neo. Em comparação com a atual família NG, os novos jatos serão de 10% a 12% mais econômicos.

Continue lendo

Anúncios

American Airlines anuncia compra de 460 aeronaves

A American Airlines anunciou uma mega compra junto à Boeing e Airbus para a aquisição de 460 aeronaves de corredor único.

A AMR (empresa controladora da American Airlines) confirmou a aquisição de 260 aeronaves da Airbus, sendo 130 da atual família A320, sendo a primeira entrega a partir de 2013, os pedidos terão flexibilidade para mudança entre as versões A319 e A321. A companhia também confirmou interesse em adquirir 130 aeronaves da futura família A320Neo, com a primeira aeronave chegando a partir de 2017.

Já com a Boeing, longa parceira da American Airlines, foi confirmada a compra de 200 aeronaves da família 737NG. Esse pedido será dividido entre a atual geração e caso a Boeing opte por introduzir um modelo redesenhado e com novos motores. A American Airlines aposta que a Boeing irá “re-motorizar” sua atual geração de narrowbodies ao invés de partir para um design novo.

A American, que possui atualmente uma frota de 156 aeronaves 737-800 em operação, espera receber as novas aeronaves deste pedido a partir do começo de 2013.

“A American pretende adquirir 460 aeronaves de corredor único da família 737 da Boeing e A320 da Airbus, com as primeira entregas começando em 2013 e se estendendo até 2022. Essa é a maior encomenda de aeronaves na história da aviação”, disse um porta voz da companhia.

Estima-se que o valor do pedido seja em torno de US$13 bilhões.

Boeing descarta substituto para o 757

A Boeing descartou o desenvolvimento de uma nova aeronave de corredor único com capacidade para mais de 220 passageiros, para substituição do 757. No lugar, a fabricante focará no estudo de um substituto para o 737NG, aumentando a capacidade do atual 737-700 (145 assentos) e 737-800 (180 assentos).

“Muitas pessoas e companhias estavam nos encorajando a desenvolver uma nova aeronave de corredor único, mais larga”, revelou Jim McNerney, presidente da Boeing, descartando a possibilidade.

“O primeiro passo é substituir o produto principal que temos hoje, que poderemos aumentar um pouco sua capacidade”, disse, referindo-se à mudanças no sucessor do 737NG.

Para preencher o espaço entre o novo 737 e as outras aeronaves de grande porte da Boeing, poderia ser lançado uma nova variante do 787, com menor capacidade.

A companhia ainda pretende adotar a opção de re-motorizar o atual 737NG, partindo para o que a Airbus adotou com o A320Neo. Porem, essa possibilidade será escolhida somente se os estudos de uma nova aeronave fracassarem, o que será avaliado em até nove meses.

A nova aeronave, que entraria em serviço em 2019 ou 2020 teria como objetivo a economia de 20% de combustível e custos operacionais. Jim Albaugh, presidente da divisão de jatos comerciais da Boeing, afirmou que um 737 re-motorizado entraria em serviço em 2016 ou 2017 e teria uma economia de 8% no consumo de combustível se comparado ao A320Neo.

Lufthansa é a mais nova cliente do A320Neo e do 777F

A Airbus está comemorando a adesão de mais uma grande companhia com o A320Neo, pois hoje, a diretoria da Lufthansa aprovou a aquisição de 30 aeronaves, em um negócio estimado em $2.8 bilhões.

No pedido a companhia estabelece a compra de 25 A320 e cinco A321, todos com as melhorias do pacote Neo. Com esse pedido, a Lufthansa se estabelece como a maior operadora de aeronaves da Airbus no mundo, com uma frota que passará para 443 aeronaves da fabricante.

“Saudamos a decisão da Lufthansa pelo A320Neo, aeronave que irá melhorar o crescimento na frota da empresa. Desde Dezembro do ano passado, o programa Neo conquistou o mercado e atraiu mais de 330 comprometimentos de diversas companhias”, disse John Leahy, executivo-chefe de operações da Airbus.

A Lufthansa ainda confirmou interesse em adquirir o 777 cargueiro, para sua divisãol, porem, não confirmou nenhum pedido.

ILFC confirma pedido de novas aeronaves

A International Lease Finance (ILFC), uma das maiores empresas de leasing dos Estados Unidos, confirmou pedidos firmes com a Boeing e a Airbus.

Com a fabricante européia, a ILFC confirmou pedidos para 100 aeronaves da futura família A320Neo, sendo 75 A320 e 25 A321. Na escolha dos motores, a Pratt & Whitney com seu motor PW1000G foram os escolhidos para equipar pelo menos 60 aeronaves do pedido.

A companhia também retirou o pedido que havia feito para dez A380.

Ja com a Boeing, a ILFC assinou pedidos firmes para a compra de 33 aeronaves do modelo 737-800, equipadas com o novo Sky Interior, entre outras melhorias como redução no arrasto e o novo motor CFM56-7BE.

A Boeing confirmou as primeiras entregas para o início de 2012.

TAM será a primeira cliente do A320Neo na América Latina

A TAM Linhas Aéreas assinou um Memorando de Entendimento com a Airbus para a compra de 32 aeronaves.

No Memorando, estipula-se que das 32 aeronaves, 22 serão do novo modelo A320Neo e os outros 10 da tradicional família A320. Com o pedido, a TAM será a cliente de lançamento do A320Neo para a América Latina.

“Com essa nova aeronave, mais eficiente, abrimos um mundo de possibilidades na TAM, graças a seu maior alcance. Com esse novo pedido, permitimos que a TAM possa reduzir custos e aumentar nossa performance ambiental”, disse Libano Barroso, presidente da TAM.

A companhia ainda anunciou a compra de dois novos 777-300ER junto à Boeing, com opção de mais duas aeronaves.

“Com essas novas aeronaves, poderemos expandir nossas rotas de longo alcance para atingir as expectativas do crescimento desse mercado no Brasil”, revelou Marco Antonio Bologna, presidente do Grupo TAM.

Os planos da Boeing para a família 737

Recentemente o presidente da Boeing, James “Jim” McNerney, indicou em uma coletiva de imprensa, que a fabricante tende a criar uma aeronave completamente nova para substituir a atual família 737, ao invés de partir para melhorias nos motores e aerodinâmica da fuselagem, como fará a Airbus, com o A320Neo, e como poderá fazer a Embraer.

De acordo com McNerney, seria um risco grande desenvolver melhorias para uma aeronave e poucos anos após, oferecer um produto completamente novo para competir no mesmo mercado com a aeronave que foi melhorada.

“No entanto, se o mercado exigir uma aeronave melhorada, é o que a Boeing fará. Estaremos sempre atendendo o que o mercado pedir.”, completou McNerney.

Se a Boeing ainda não decidiu qual passo seguir, o designer Darin Kirschner deixou a imaginação e o talento falarem mais alto e criou o que poderia ser o “novo 737”, que ele decidiu chamar de “737.X”.

Nas imagens abaixo, percebe-se um design herdado claramente do 787, com janelas maiores, asas com maior envergadura, cabine mais espaçosa e etc,

Confira: