Aeroporto de Guarulhos recebe o primeiro Módulo Operacional

A Infraero inaugurou ontem (31/08) o primeiro MOP – Módulo Operacional Provisório do aeroporto de Guarulhos/SP.

Apelidados de “puxadinhos”, os Módulos Operacionais são pequenos terminais destinados ao embarque e desembarque de passageiros e se destacam por serem funcionais e terem custo de construção e manutenção baixos. O espaço conta com seis portões de embarque, sistemas de monitoramento eletrônico de segurança, Sistema Informativo de Voos, ar condicionado, sanitários, lanchonete, tomadas elétricas, sistema de som e itens de acessibilidade, como rampas de acesso, sanitários adaptados e piso tátil. Ao todo, a Infraero investiu R$ 2,8 milhões nas instalações, que vão ampliar em um milhão de passageiros por ano a capacidade do aeroporto.

O primeiro módulo de Guarulhos situa-se na chamada “remota central”, no pátio cinco, entre as posições india e juliett.

O ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Wagner Bittencourt, destacou a agilidade com que as instalações foram concluídas e disse outros investimentos vão expandir a capacidade do complexo aeroportuário. “Com o programa de investimentos da Infraero para o Aeroporto de Guarulhos, até 2014 este aeroporto terá sua capacidade operacional ampliada para mais de 50 milhões de passageiros por ano”, disse.

A instalação entrará em operação nesta quinta-feira (01/09), com três empresas aéreas atuando no local.

Anúncios

TAM terá voo para Cidade do México

A partir de 30 de Outubro a TAM Linhas Aéreas iniciará seu voo diário entre São Paulo e Cidade do México.

A operação será realizada por uma aeronave A330, com capacidade para 223 passageiros em três classes.

O voo 8112 decola do aeroporto de Guarulhos às 09:25 e pousa na Cidade do México às 15:00. Na volta, o voo 8113 decola de solo mexicano às 17:25 e pousa em terra tupiniquim às 06:55 (horários locais).

Aeroportos de São Paulo e Brasília serão privatizados

A presidente Dilma Rouseff anunciou que o governo entregará a administração dos aeroportos de Campinas/SP, Guarulhos/SP e Brasília/DF à iniciativa privada.

A Infraero, que atualmente administra diversos aeroportos brasileiros, ficaria com 49% de participação nos aeroportos e teria participação na tomada de decisões e contratação de funcionários, porem a gestão dos aeroportos ficará a cargo da empresa privada, com 51%.

Em reunião com governadores e prefeitos das 12 cidades-sede da Copa de 2014, Dilma Rousseff disse que o edital de licitação sairá até dezembro. O plano anterior, de abertura do capital da Infraero, continua em vigor e deverá ser valorizado com a nova medida.

TAM oferece primeira classe em voos para Buenos Aires e Santiago

A TAM começou a oferecer nesta semana, serviços exclusivos, atendimento personalizado, requinte e muito conforto para clientes que tenham como destino as cidades de Buenos Aires e Santiago do Chile. A Primeira Classe já está disponível para os dois destinos partindo do aeroporto de Guarulhos, assim como para Buenos Aires, com saída do aeroporto do Tom Jobim (Galeão), em voos operados por aeronaves A330 e B777.

A Primeira Classe tem quatro assentos que ocupam área exclusiva na aeronave e garantem privacidade ao passageiro. As poltronas reclinam até 180 graus. “A Primeira Classe da TAM foi pensada para proporcionar uma experiência de viagem prazerosa e inesquecível”, comenta Manoela Amaro, diretora de Marketing da companhia.

Continue lendo

Pantanal inicia voos de Guarulhos para Recife e Fortaleza

A Pantanal, subsidiária da TAM, iniciou ontem (10/01) voos diretos partindo do aeroporto de Guarulhos para Recife e Fortaleza

Para Recife, a companhia possui dois voos diários, o voo 4730 é direto, decola de Guarulhos às 17:35 e pousa em solo pernambucano às 19:45. Na volta, o voo 4731 decola de Recife às 00:50 e chega em Guarulhos às 05:20, horários locais.

A companhia também oferece uma frequência diária com escala em Fortaleza, o voo 4732 decola de Guarulhos às 06:10 e pousa na capital cearense às 08:18 para uma escala, e em seguida segue para Recife, aonde pousa às 10:13.

A rota será feita com um Airbus A320 com capacidade para 174 passageiros.

Atraso em voo da Gol gera tumulto

Após mais de três horas de atraso, passageiros do voo 1664 da Gol, causaram tumulto no aeroporto de Guarulhos/SP.

O voo, que iria para Vitória/ES, deveria ter decolado às 11:00 do dia 25/12, mas só saiu às 16:42, devido a problemas na escala da tripulação.

O tumulto teria começado à partir das 14:00, quando passageiros foram notificados pela companhia, que a tripulação escalada para o voo, ainda não havia chegado, em seguida, passageiros foram avisados de que a tripulação já estava a bordo, exceto o comandante.

Diante da falta de informações, passageiros se revoltaram e invadiram a área de embarque do aeroporto para, em seguida, erguer uma barricada com as cadeiras de espera, como forma de chamar atenção.

A Infraero negou o tumulto, mas confirmou que diversos voos, entre eles o 1664, sofreram atrasos de mais de três horas.

O Sindicado Nacional dos Aeroviários negou que isso tivesse relação com a greve ameaçada para o feriado de Natal.

“Em alguns casos, foi necessário modificar a programação de tripulantes, respeitando o limite, previsto em lei, de horas voadas durante o dia. Estamos nos empenhando para atender da melhor forma possível nossos clientes, dentro do que estipula a Resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil, e já acionamos aeronautas reserva”, revelou um porta-voz da companhia.

Natal foi tranquilo nos aeroportos

Mesmo com uma ameaça de greve, o movimento nos aeroportos brasileiros durante o feriado de Natal foi considerado tranquilo.

De acordo com dados da Infraero, cerca de 17,1% dos voos programados para a véspera e o dia de Natal, sofreram atrasos com mais de 30 minutos, 10% foram cancelados.

Dentre as companhias aéreas nacionais, a Webjet registrou o maior percentual de atrasos, cerca de 27% e 9,6% dos voos foram cancelados, em seguida aparece a TAM com 21,4% de atrasos e a Gol, com 11,9%.

Em relação aos aeroportos, o de Guarulhos/SP registrou o maior número de atrasos, foram cerca de 26,6%, em seguida vieram os aeroportos de Brasília (17.9%) e Galeão/RJ(14,8%).

Apesar do índice baixo, alguns voos tiveram atrasos de mais de três horas, causando tumultos nos aeroportos.