Aeroporto de Guarulhos recebe o primeiro Módulo Operacional

A Infraero inaugurou ontem (31/08) o primeiro MOP – Módulo Operacional Provisório do aeroporto de Guarulhos/SP.

Apelidados de “puxadinhos”, os Módulos Operacionais são pequenos terminais destinados ao embarque e desembarque de passageiros e se destacam por serem funcionais e terem custo de construção e manutenção baixos. O espaço conta com seis portões de embarque, sistemas de monitoramento eletrônico de segurança, Sistema Informativo de Voos, ar condicionado, sanitários, lanchonete, tomadas elétricas, sistema de som e itens de acessibilidade, como rampas de acesso, sanitários adaptados e piso tátil. Ao todo, a Infraero investiu R$ 2,8 milhões nas instalações, que vão ampliar em um milhão de passageiros por ano a capacidade do aeroporto.

O primeiro módulo de Guarulhos situa-se na chamada “remota central”, no pátio cinco, entre as posições india e juliett.

O ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Wagner Bittencourt, destacou a agilidade com que as instalações foram concluídas e disse outros investimentos vão expandir a capacidade do complexo aeroportuário. “Com o programa de investimentos da Infraero para o Aeroporto de Guarulhos, até 2014 este aeroporto terá sua capacidade operacional ampliada para mais de 50 milhões de passageiros por ano”, disse.

A instalação entrará em operação nesta quinta-feira (01/09), com três empresas aéreas atuando no local.

Anúncios

Aeroportos de São Paulo e Brasília serão privatizados

A presidente Dilma Rouseff anunciou que o governo entregará a administração dos aeroportos de Campinas/SP, Guarulhos/SP e Brasília/DF à iniciativa privada.

A Infraero, que atualmente administra diversos aeroportos brasileiros, ficaria com 49% de participação nos aeroportos e teria participação na tomada de decisões e contratação de funcionários, porem a gestão dos aeroportos ficará a cargo da empresa privada, com 51%.

Em reunião com governadores e prefeitos das 12 cidades-sede da Copa de 2014, Dilma Rousseff disse que o edital de licitação sairá até dezembro. O plano anterior, de abertura do capital da Infraero, continua em vigor e deverá ser valorizado com a nova medida.

Emirates poderá usar o A380 para o Brasil

A companhia Emirates demonstrou interesse em usar o Airbus A380 em rotas para o Brasil, porem, necessita de adequações no aeroporto de Guarulhos/SP, para comportar o jato.

A aérea fez um pedido à Infraero no final de 2009, sugerindo que gostaria de substituir a aeronave dos voos EK261/EK262, para o A380, com capacidade para 517 assentos em três classes, ao contrário do 777-300ER atualmente usado, que possui capacidade para 358 passageiros, também em três classes.

A Infraero informou que está em constante conversa com a Emirates, para viabilizar as modificações em Guarulhos para a adequação do A380.

Foi apurado quais seriam algumas das mudanças a serem feitas no aeroporto de São Paulo:

  • Adequação no terminal de passageiros para o check-in e embarque de mis de 500 passageiros.
  • Devido à envergadura da aeronave, uma das pistas de táxi deveria ser interditada no momento da utilização pelo jato.
  • Enquanto a aeronave fica em trânsito no aeroporto (espaço de tempo entre desembarque e embarque), deverá ficar na região onde hoje ficam as aeronaves de extintas companhias aéreas

Técnicos da Infraero disseram que não seria possível adaptar o aeroporto ao A380, sem que seja feito alguma obra de médio/grande porte. Já os técnicos da ANAC foram favoráveis à vinda do gigante ao Brasil, desde que a Infraero faça algumas modificações necessárias.

Alem da Emirates, outras companhias como a Lufthansa, Singapore e Air France, também demonstraram interesse em trazer o A380 para o Brasil.

Infraero planeja demolir hangares de Congonhas

A Infraero demonstrou recentemente interesse em demolir cerca de 15 hangares que pertenciam à Vasp e situam-se no aeroporto de Congonhas.

A companhia aérea deixou de operar em 2005 e teve sua falência decretada em 2008, desde então, os hangares encontram-se desativados. O objetivo da Infraero é demolir e utilizar o espaço para ampliar o aeroporto, seu terminal e o pátio de aeronaves.

A Infraero aguarda agora a decisão do Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico (Conpresp) de São Paulo.

Confira as áreas afetadas:

Governo cria a Secretaria de Aviação Civil

A Presidente Dilma Rouseff assinou no último dia 18/03, a medida provisória 527 que cria a Secretaria de Aviação Civil (SAC) e retira o comando da aviação civil do Ministério da Defesa, que ainda terá o controle do espaço aéreo.

Com status de ministério, a nova secretaria terá como objetivo principal coordenar a reestruturação dos aeroportos do país. Ficam subordinados ao novo órgão, a Infraero e a ANAC.

Ainda não se sabe quem assumirá o comando da SAC, porém, o nome mais cotado é o de Rossano Maranhão, atual presidente do Banco Safra.

Até o final de março a medida provisória será enviada ao Congresso Nacional para aprovação.

Infraero tem novo presidente

O mineiro Antonio Gustavo Matos do Vale assumiu nesta quarta-feira (16/3) a Presidência da Infraero, após ter seu nome aprovado pelo Conselho de Administração, em reunião, nesta manhã, no Edifício Sede da empresa em Brasília.

Graduado em Ciências Contábeis, Administração de Empresas e Ciências Econômicas pela Universidade Católica de Minas Gerais, Gustavo do Vale é especializado em Análise de Sistemas de Informação pelo Centro de Desenvolvimento em Administração “Paulo Camillo de Oliveira Penna”, da Fundação João Pinheiro.

O novo presidente, natural de Caratinga (MG), foi o diretor de Liquidações e Controle de Operações do Crédito Rural do Banco Central do Brasil de maio/2003 a fevereiro/2011. Foi vice-presidente de Tecnologia e Infraestrutura e diretor de Tecnologia e Infraestrutura do Banco do Brasil S.A, no período entre abril/2001 e janeiro/2003. Ocupou diversos cargos no Banco Central, além de ter trabalhado em outras instituições financeiras.

O novo presidente vem substituir João Márcio Jordão, que respondeu interinamente pela Infraero desde a saída do ex-presidente Murilo Marques Barboza, há um mês.

Press Release – Infraero

Voos tiveram alto indice de pontualidade no Carnaval

A movimentação de passageiros durante o feriado do Carnaval foi intensa, porém tranquila e pontual nos 67 aeroportos administrados pela Infraero. Entre os dias 3 e 10/03, as companhias aéreas registraram 89,7% de pontualidade nas partidas domésticas e internacionais. Dos 22,49 mil voos programados pelas companhias aéreas, 1,02 mil foram cancelados pelas empresas e 2,32 mil sofreram atrasos superiores a 30 minutos.

Parte desse resultado se deve às ações de alta temporada adotadas pela Infraero para garantir conforto e fluidez nos 67 aeroportos da rede durante o Carnaval. Entre elas destacam-se o reforço nas escalas das equipes de plantão, o que possibilitou um número maior de empregados da Infraero circulando pelos aeroportos com os coletes amarelos “Posso Ajudar?”, com o objetivo auxiliar os passageiros. “O trabalho foi importante para que os aeroportos registrassem uma pontualidade de quase 90% durante o Carnaval” avaliou o superintendente de Gestão Operacional da Infraero, Marçal Goulart.

O presidente interino da Infraero e diretor de Operações, João Márcio Jordão, classificou como um sucesso a inteiração entre todos  os órgãos do setor. “Observamos que o sistema trabalhou integrado e o passageiro teve a garantia do seu destino e o conforto para passar o seu Carnaval. A Infraero mais uma vez mostrou que seu plano de contingenciamento funcionou e contribuiu para que o transporte aéreo neste período se comportasse de forma segura e eficaz “, comemorou.

Press Release – Infraero